Normas para publicação

Clique e baixe as normas em formato PDF NORMAS PARA PUBLICAÇÃO 2018  

A Revista Sociologia Jurídica receberá colaborações inéditas de artigos que tenham afinidade com sua política editorial.

Não serão avaliados trabalhos que não estejam em estrita conformidade com as normas para publicação (vide nossa Política Editorial abaixo).

Dúvidas poderão ser esclarecidas por intermédio do e-mail: revsocjur@gmail.com
 

  1. POLÍTICA EDITORIAL DA REVISTA SOCIOLOGIA JURÍDICA

Quando o site Sociologia Jurídica entrou no ar (2003) nossa intenção primacial consistia em criar um espaço propício ao debate sobre os temas versados pela Sociologia Jurídica. Inicialmente, colocamos à disposição do público leitor a seção Artigos & Textos, da qual constavam trabalhos inéditos e alguns que já vieram a lume em periódicos especializados e sites jurídicos. Com o passar do tempo, julgamos pertinente o encerramento dessa seção e a criação da Revista Sociologia Jurídica, primeira publicação do gênero no Brasil. Embora com feições essencialmente interdisciplinares, ela prioriza interpretações de caráter sociológico e jusfilosófico.

As áreas contempladas por nossa política editorial são as seguintes:

  • Ciência Política
  • Criminalidade e violência
  • Criminologia
  • Direito Ambiental
  • Direito Constitucional
  • Direito e Estado
  • Direito e Ficção (literatura, cinema, etc)
  • Direito Penal
  • Direito e Sociedade
  • Direitos Humanos
  • Filosofia do Direito
  • História do Direito
  • Justiça Restaurativa
  • Sociologia Jurídica
  • Teoria Geral do Direito
  • Teoria Geral do Estado

  1. OBSERVAÇÕES GERAIS 

As opiniões e conceitos emitidos nos textos, bem como a exatidão das referências bibliográficas, são de inteira responsabilidade dos autores.

O envio de originais não implica necessariamente sua publicação. Todo material recebido será analisado por dois membros do Conselho Editorial. Somente serão publicados os artigos e textos que obtiverem aprovação nos dois pareceres emitidos.

A Revista Sociologia Jurídica é uma publicação exclusivamente eletrônica e se reserva o direito de excluir artigos sem prévia comunicação aos autores, conforme julgar pertinente.

Não serão devidos direitos autorais ou qualquer remuneração pela publicação.

  1. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE ORIGINAIS

Seguem abaixo as normas para apresentação de originais da Revista Sociologia Jurídica. Lembramos que todo material enviado para análise deverá ser inédito. Não serão analisados artigos que sejam, parcial ou integralmente, produtos de cópia e/ou plágio.

Não se exige titulação alguma para análise e publicação de artigos. O critério de análise e publicação é tão somente o mérito do artigo.

3.1 Sobre o envio do material

O material para publicação deverá ser remetido ao e-mail: revsocjur@gmail.com da seguinte forma: 

a) anexar o arquivo em Word com o conteúdo do artigo; 

b) Do subject do e-mail, deverá constar: “Artigo para o número X (indicar o número da edição da revista na qual pretende a publicação); 

c) no corpo do e-mail, o autor deverá:  

c1) informar o título do artigo e seu nome completo;  

c2) dizer explicitamente que tem “ciência das normas da revista, que o artigo enviado para apreciação é integralmente de sua autoria, não tendo sido publicado e não está pendente de análise em outro veículo de publicação”.  

3.2 Da formatação do material a ser avaliado

3.2.1 Apresentação

Os trabalhos deverão ser enviados no formato “.doc” ou “.docx”. Serão precedidos por uma página (não enviar em arquivo separado) na qual se fará constar:

  1. a) Título do trabalho (em português);
  2. b) Título do trabalho (em inglês);
  3. c) Nome do autor (ou autores);
  4. d) E-mail (se desejar que seja publicado);
  5. e) Situação acadêmica, títulos, instituições às quais pertença;
  6. f) Resumo do artigo (10 linhas no máximo);
  7. g) Sumário dos itens e subitens do artigo. O sumário deve ser iniciado com o número 1, relativo à Introdução.
  8. h) Conclusões, considerações finais, bibliografia ou referências bibliográficas também devem ser numeradas. Não usar os marcadores do Word (digitar cada número);
  9. i) Palavras-chave (ao menos 4 palavras-chave);
  10. j) Abstract (resumo do artigo em inglês);
  11. k) Keywords (palavras-chave em inglês).

3.2.2 Limite de palavras

            Os artigos deverão ter, no máximo, 8.000 palavras e as resenhas, entre 500 e 2.000 palavras. Esta contagem inclui as notas de rodapé. Não serão aceitos artigos que excedam esse limite. 

3.2.3 Informações biográficas do autor 

            Relativamente ao item 3.2.1 e, favor enviar os dados biográficos do autor como devem figurar na publicação. Pede-se que sejam arrolados: nome, títulos acadêmicos, filiação institucional e principal atividade exercida. Caso haja interesse, poderá ser mencionado o e-mail (item 3.2.1 d). 

3.2.4 Formatação do texto

a) Os textos deverão ser apresentados conforme as orientações abaixo:

Fonte: Arial, tamanho 12.

Parágrafo: Alinhamento – Justificado;

Entrelinhas: 1,5

b) sobre as citações: citações de textos de outros autores deverão ser feitas entre aspas, sem o uso de itálico, indicando a referência bibliográfica em nota de rodapé.

Em citações com mais de 3 linhas do texto original, o autor deve destacar o parágrafo da citação com a seguinte formatação:

Fonte:  Arial, tamanho 11

Parágrafo: Alinhamento – Justificado;

Entrelinhas – simples;

Recuo à esquerda: 4,0 cm.

  1. c) sobre formatação especial: não usar nenhum tipo de formatação especial (fonte com Versalete, letras só maiúsculas, marcadores, etc).

3.2.5 Notas e referências bibliográficas

As notas e referências bibliográficas devem ser inseridas em rodapé (ao final da página) e devem seguir as seguintes orientações:

a) Sobrenome do autor em letras maiúsculas; vírgula;

b) Nome do autor em letras minúsculas; ponto;

c) Título da obra em itálico; ponto; (NÃO USAR NEGRITO)

d) Tradução (se houver)

e) Número da edição (a partir da segunda); ponto;

f) Local; dois pontos;

g) editora; vírgula;

h) ano da publicação; ponto,

i) Página; ponto.

Exemplos: 

Livros:
CARBONNIER, Jean. Sociologia Jurídica. Trad. Diogo Leite de Campos. Coimbra: Livraria Almedina, 1979, p. 300.

REALE, Miguel. Filosofia do Direito. 19 ed. São Paulo: Saraiva, 2001, p. 225.

 Artigos:

FARIA, José Eduardo. As transformações do direito. Revista Brasileira de Ciências Criminais, ano 06, n.º 22, Abr/Jun, 1998, p. 231.

Capítulos de livros:

ROSA, Felippe Augusto de Miranda. O direito como fato social. In: Sociologia do direito: o fenômeno jurídico como fato social. 13 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1996, p. 57.

3.2.6 Bibliografia

A bibliografia deverá ser apresentada no final do trabalho, listada em ordem alfabética e sem numeração, obedecendo aos padrões da ABNT. As referências de artigos e capítulos de livros devem conter as páginas inicial e final.

Os trabalhos que não estiverem em estrita conformidade com as normas acima consignadas não serão avaliados pelo Conselho Editorial.

Anúncios